Com que frequência um cachorro deve tomar banho?

Uma das maiores dúvidas no consultório é sobre a frequência que um cachorro deve tomar banho. A verdade é que a frequência varia de acordo com o indivíduo, as particularidades da raça e principalmente seu estilo de vida. Entendo que um cão de vida mais ativa, praia, piscina e passeios ao ar livre deve tomar mais banhos que um paciente domiciliado.

Se seu cachorro não se suja com muita frequência e vive dentro de casa, banhos quinzenais podem ser indicados, ou até mesmo mensais! Na verdade, a questão dos banhos sem necessidade (sem estarem sujos) nos pets é algo mais para nós, humanos, do que para o benefício deles. Portanto, a ordem aqui é usar do bom senso e seguir as orientações do seu médico veterinário também neste sentido. Orientação profissional é sempre fundamental. 

Uma dúvida muito comum é em relação ao clima. Será que em dias mais quentes, o meu cachorro deve tomar mais banho que o habitual? A resposta para essa questão vai ao encontro do que mencionei logo no início: a frequência deve variar mais em relação ao estilo de vida do animal do que com o clima. Afinal, o fato de tomar banho e após usar o secador quente não ajuda em nada a refrescar os nossos pacientes! Isso porque não recomendamos banhar sem escovar e secar os pelos depois. 

Em relação à hidratação e produtos especiais que são utilizados nos pets na hora do banho, é preciso ter muito cuidado. Só utilize as formulações indicadas pelo seu veterinário ou que são de segurança testada, principalmente em animais alérgicos. Nada de produtos para branqueamento dos pelos, eles são muito agressivos. 

Se o seu cachorrinho apresenta problemas de alergia de pele, converse com o seu veterinário a respeito, pois ele provavelmente irá precisar de uma frequência de banhos e cuidados diferentes. Se o animal possui a pele mais oleosa, os banhos também podem ser mais indicados. Ou seja, cada paciente tem a sua particularidade e nós, veterinários, estamos à disposição para ajudá-los da melhor forma! 

Dra. Juliana Furtado Lima Verde

Graduada em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Pós-graduada em Dermatologia veterinária – EQUALIS.
Mestranda pela UECE. Membro da Associação Brasileira de Dermatologia Veterinária. Atua na clinica médica, dermatologia e cirúrgica de pequenos animais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *