FORTALEZA
BUSCA POR SERVIÇOS
Ver todos

COLUNISTAS >

Dicas para um passeio saudável com o seu cachorro!

O passeio com o cachorro é um momento maravilhoso no dia a dia de qualquer papai e mamãe de pet. Mas é preciso ter alguns cuidados!

Por - 26 de junho de 2015

Olá, amigos! Que tal um passeio com o seu cachorro para aliviar o estresse do dia a dia e deixar o seu amigo mais feliz? Esse pode ser um momento maravilhoso, porém, se não for feito com atenção, pode acarretar em alguns problemas, sabia? Ele pode pegar carrapato, pulga, virose e pode até pode fugir!

passear-com-o-cachorro

Veja algunas informações para ter um passeio saudável:

1 - Educação e respeito com o próximo:

A primeira dica: leve uns saquinhos, pois é muito chato para os outros pisar na caquinha do seu cachorro! Algumas pessoas se revoltam quando vêem e podem até discutir com você. Então não se esqueça do saquinho! Pode ser aquele de mercantil ou aquela bolsinha própria que vende nos pet shops. Assim ninguém fica chateado.

2 - Os perigos do passeio na praia!

E se o seu animalzinho fizer alguma coisa na areia da praia? É ainda pior! As pessoas andam descalças lá, inclusive as crianças e idosos que possuem a imunidade mais baixa! Você sabia que, nesses casos, podemos pegar a larva migrans, um verme que é bem comum no intestino dos nossos cães. Nesse caso, um tratamento será necessário!

3 - Cuidado com o banho de mar!

Algumas áreas são impróprias para banho e seu cão pode pegar uma otite ou dermatite, além do risco de afogamento e até mesmo uma diarréia caso ele beba acidentalmente a água do mar. O sal da água pode desidratar o seu amigo em casos de ingestão excessiva. Cães de pêlo e pele branca podem ter queimaduras ou insolação. Portanto, não é recomendável levar o seu melhor amigo à praia não! Prefira essa passei com seus amigos ou sua família.

4 - Atenção ao contato com outros animais:

Carrapatos, pulgas e até sarna podem aparecer no contato direto com outros cães, ou até pelo fato de andar no mesmo local. Por isso, recomenda-se o uso de um repelente, que pode ser na forma de coleira ou comprimido. No caso de dermatite, procure um veterinário, trate logo e opte por passear com o seu amiguinho em outro lugar.

Você sabia que as viroses e doenças pulmonares podem ser transmitidas nos contatos sociais quando os animais se cheiram e se tocam? Por isso as vacinas são essenciais! Outra dica é evitar passear com fêmeas no cio, pois elas podem fugir e acontecer alguma cruza indesejada, correndo o risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis, como o tvt (tumor venério transmissível).

Evite locais muito populosos, encontros de raças que você não possui muitas informações e tome cuidado com brigas se o seu cãozinho tiver o comportamento mais nervoso. Nesses casos, o dono do animal é responsabilidade por qualquer agressão a terceiros! Nem é preciso dizer que não se deve passear com animais doentes, pois o quadro pode ficar ainda pior, além de transmitir para outros pets.

Por fim, tome muito cuidado com guias e peitorais velhos ou frouxos, pois o animal pode se assustar e fugir mais facilmente. Sozinhos eles podem se perder, ser atropelados ou brigar. Caso isso aconteça, a visita ao veterinário é essencial.

Em resumo, só passeiem com seu animal depois de vacinado! O exercício e o momento de vocês é essencial para a saúde do seu bichano!

 

SOBRE O COLUNISTA

drmarcelo

Médico Veterinário graduado na UECE, especialista em clínica médica e cirúrgica pela UFERSA. Trabalhou com imunoterapia no controle e cura da cinomose. Auxilia no apoio e ajuda veterinária a animais carentes. É sócio na Pet’s Clinica Veterinária.

Ver todas as suas publicações

 

COMENTÁRIOS

FOCINHOS NAS REDES

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados à focinhosurbanos.com.br