FORTALEZA
BUSCA POR SERVIÇOS
Ver todos

COLUNISTAS >

Hamster: cuidados gerais para uma boa criação!

Os hamsters podem ser excelentes animais de estimação para quem deseja criar um pet diferente e exótico. Veja algumas dicas!

Por - 3 de junho de 2015

Os hamsters estão cada vez mais populares como animais de estimação e podem ser uma boa opção para pessoas que possuem pouco espaço e que desejam criar um animal exótico.

As espécies de hamsters domésticos mais comuns são o hamster sírio, hamster chinês e o russo anão. Eles são animais dóceis, mas é preciso tomar alguns cuidados, pois se a manipulação for muito rude, eles podem se tornar assustados e agressivos. São noturnos e dormem a maior parte do dia, portanto deve-se evitar brincar com eles durante esse período.

Não são animais verdadeiramente hibernantes, porém são capazes de guardar alimentos por longos períodos. Você sabia que eles possuem bolsas na cavidade oral que comportam uma grande quantidade de comida? Eles adquiriram esse comportamento devido a evolução, uma vez que no seu habitat natural a alimentação pode ser muito escassa.

São muito ativos no período da noite e existem relatos de fêmeas que correm até 8 km por dia! Não devem ser mantidos em caixas de vidro, mas sim em gaiolas, que devem ter estruturas como escadas e rodinhas internas para que possam se movimentar. Não são receptivos a companhias, por isso cada animal deve ser mantido em uma gaiola diferente, caso contrário poderão ocorrer brigas, mutilações e até morte de um dos animais!

Com relação a alimentação, quando estão em seu habitat natural, alimentam-se de sementes, frutas e insetos. Para o seu hamster de estimação, existem rações industrializadas que já são balanceadas de acordo com a necessidade nutricional desses animais. Atenção: eles são bastante sensíveis e existem alguns alimentos que devem ser proibidos, tais como chocolate, cebola, alface, alho e doces em geral. A água deve estar sempre limpa e disponível.

Os hamsters vivem em média 3 anos e podem ser excelentes animais de companhia, desde que sejam criados da forma correta. Portanto, siga todas as dicas e cuide bem do seu animalzinho!

 

SOBRE O COLUNISTA

dr-rodrigo-paiva

Médico veterinário formado na Ufersa. Realizou pesquisas na área de toxicologia e toxinologia. Sócio na Pró-Vida Animal clínica veterinária.


Ver todas as suas publicações

 

COMENTÁRIOS

FOCINHOS NAS REDES

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados à focinhosurbanos.com.br