O que é aromaterapia e seus usos em animais

Aromaterapia é uma prática integrativa que utiliza dos princípios ativos de plantas aromáticas para prevenir e auxiliar em processos de cura de males físicos, emocionais e mentais.

Na aromaterapia veterinária se utiliza principalmente os óleos essenciais e os hidrolatos (também conhecidos como hidrossóis). Os óleos essenciais são ricos em compostos lipofílicos e os hidrolatos em compostos hidrofílicos. Há uma grande concentração de compostos químicos nos óleos essenciais, motivo pelo qual seu uso deve ser feito com cautela e em diluições corretas. Os hidrolatos são mais sutis e oferecem maior segurança em sua utilização.

Um fator importante é ter conhecimento da toxicidade, pois os óleos essenciais, por possuírem compostos químicos, podem levar a sério problemas, devendo sempre usar mediante recomendações médicas.

A aromaterapia pode ser utilizada para tratar problemas emocionais como fobias, medo, ansiedade, hiperatividade, comportamentos obsessivos, dentre outros. Também é possível utilizar em tratamentos dermatológicos como cicatrização de feridas e quadros de dermatite atópica.

O tratamento com aromaterapia deve ser individualizado e presencial (fazer teste de aroma com o paciente é essencial) e acompanhado por médico veterinário com conhecimento na área, evitando assim uso de óleos não recomendados para a espécie, realizando diluição correta e minimizando assim casos de intoxicação.

Não deixe de seguir os Focinhos Urbanos também no Instagram!

Dr. Alison Ximenes

Médico Veterinário formado na UECE e pós-graduado em Fisioterapia e Ortopedia Veterinária pela UNIP-SP. Trabalha com reabilitação animal e atua nas áreas de ortopedia, neurologia, fisioterapia e terapia celular. Pioneiro no tratamento com células-tronco para pets no Ceará, sendo membro da equipe nacional Curavet®.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *