Por que somos tão apegados aos nossos animais de estimação?

Você já se questionou o porquê ter um pet? Certamente sua resposta envolverá razões afetivas e é a partir daí que ampliamos os nossos apegos à esses bichinhos tão queridos! 

E esse comportamento de apego pode nos dizer muito sobre a qualidade do vínculo entre nós e nossos bichinhos, pois quanto mais apegados à essa relação, mais nos proporcionamos bem-estar. Isso porque praticamos muito a relação entre o dar e receber, sem cobranças, mas com afeto de sobra!

Um serzinho que passa a fazer parte da sua vida, rotina e família não é escolhido à toa. Muitas vezes estes estão desempenhando papéis de apoio e suporte social à nós, humaninhos, como forma de suprir ausências e carências afetivas. Duvida?

Então, me diz com honestidade se nunca teve a sensação que os doguinhos e gatinhos tem uma capacidade sobrenatural e tão genuína de amar ao ponto de tolerar mais, não-julgar e perdoar facilmente?

Vê semelhança em tamanha flexibilidade nas relações humanas?! 

Ter um bichinho pode ser fortalecedor nos seus vínculos afetivos, pois trazem a sensação de cuidado, proteção, segurança e estabilidade emocional – diante de tamanha companhia e parceria em todos os momentos – felizes e/ou tristes – eles sempre estão lá, com seus olhares calorosos, lambeijos, carinhos recíprocos e brincadeiras divertidas.

Compartilha conosco o tamanho do apego que você tem pelos seus bichinhos!!

Ranielly Rangel

Psicóloga Clínica. Estudiosa de temas como autocuidado, autoconhecimento e feminino. Pós-graduada em Clínica Psicanalítica. CRP 11/09181

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *