FORTALEZA
BUSCA POR SERVIÇOS
Ver todos

COLUNISTAS >

Você sabe o que significa “Posse Responsável”?

A Posse Responsável prega alguns conceitos que todos os papais e mamães de pets devem seguir. Veja alguns deles e seja um dono consciente!

Por - 15 de julho de 2015

Esse termo aborda todos os cuidados que um dono deve, obrigatoriamente, ter com seus animais e prega que uma pessoa só deve se responsabilizar por um animal se estiver convicta de que terá condições de mantê-lo de forma adequada, oferecendo tudo o que lhe for necessário. Deve-se pensar muito antes de se adquirir um animal de estimação, pois você será o seu tutor por toda a vida e deverá assumir a posse responsável dele.

Ainda é pouco praticada na íntegra, principalmente em países subdesenvolvidos, porém, seus preceitos têm se disseminado nos últimos anos com o surgimento de grupos de proteção e uma maior preocupação com o bem-estar animal.

posse-responsavel-focinhos-urbanos

Em nosso país um número alarmante de animais é abandonado a cada ano, e o abandono aumenta 70% próximo a época de férias ou feriados prolongados. Com isso, surgem inúmeras denúncias de maus tratos, mas infelizmente a lei brasileira ainda é bastante falha com relação a essa questão, que se mantém sem solução.

A posse responsável aborda 10 mandamentos, que são:

 

1. Castre o seu animal. Tanto macho como fêmeas devem ser castrados, esse procedimento irá evitar doenças sexualmente transmissíveis, comportamento indesejado e melhorar a qualidade de vida.

 

2. Antes de adquirir um bichinho, considere sempre seu tempo médio de vida que é, no geral, de 10 a 12 anos para cães e 14 anos para gatos. Você está disposto a cuidar dele por tanto tempo?

 

3. Nunca compre ou adote por impulso. Se você não saiu de casa para isso e está voltando com um animalzinho, certamente deveria ter pensado mais.

 

4. Nunca deixe o seu animal pela rua, lembre-se que se ele é seu, deve ficar somente dentro da sua casa. Com certeza você ama o seu gatinho, mas seu vizinho pode não gostar dele invadindo o seu quintal. Além disso, cães e gatos na rua correm riscos de serem atropelados, maltratados, envenenados ou mesmo roubados.

 

5. É sua obrigação manter a saúde dele em dia: veterinário, vacinas, banho e tosa, boa alimentação, castração, tudo isso custa caro. Esteja ciente dos gastos. Será que está disponível no orçamento?

 

6. É importante pesquisar sobre a espécie que você escolheu: Se encaixa no perfil de sua família? Terá espaço suficiente? Quem irá ficar com ele quando todos viajarem? São questões a serem pensadas.

 

7. Por mais ocupado que seja, separe algum horário do seu dia para fazer companhia para seu bichinho, será benéfico para ambos.

 

8. Respeite sempre suas características naturais. Lembre-se que animais possuem instintos que não podem ser alterados.

 

9. Cães precisam passear com seus donos, porém sempre de coleira e suas fezes devem ser recolhidas adequadamente. Animais com comportamento agressivo devem usar focinheira em locais de grande movimentação.

 

10. Identifique o seu animal com uma plaquinha e coloque nome e telefone do responsável. Essa simples atitude pode facilitar a volta do seu bichinho caso ele fuja.

 

A posse responsável é a única forma eficaz de reduzir o abandono de animais. Pratique, passe adiante, faça a diferença!

 

SOBRE O COLUNISTA

dra-raquel-garcia

Médica veterinária formada pela Ufersa. Possui atualização em clínica médica de felinos. Realizou pesquisas com castração pediátrica em felinos domésticos. Sócia da Pró-Vida Animal clínica veterinária.

Ver todas as suas publicações

 

COMENTÁRIOS

FOCINHOS NAS REDES

Copyright 2015 - Todos os direitos reservados à focinhosurbanos.com.br